Abel Castro

Members
  • Content count

    431
  • Joined

  • Last visited

2 Followers

About Abel Castro

  • Rank
    Advanced Member
  • Birthday 01/14/1972

Recent Profile Visitors

1,727 profile views
  1. A modéstia é uma luz ; ela prepara a mente para receber conhecimento e o coração para receber a verdade.
  2. Em toda a nossa vida, precisamos saber que alguém nos ama, que pertencemos a alguém, que não estamos sozinhos.
  3. Jeová é quem marcha à sua frente, e ele continuará com você. Não desamparará nem o abandonará. Não tenha medo nem fique apovorado. Deuteronômio 31:8
  4. É correto os cristãos celebrarem aniversários de nascimento?
  5. “TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO: TEXTO CONFIÁVEL OU PROPAGANDA IDEOLÓGICA?” PARTE III por Queruvim Este artigo é o terceiro de uma série refutando as acusações levantadas contra a Comissão de Tradução da Bíblia usada em predileção pelas Testemunhas de Jeová. É uma resposta a Damião Bonfim dos Santos, graduando em Teologia, pela UNINTER. No início de seu artigo, ele afirma o seguinte: Declarando que há uma acentuada propaganda ideológica jeovista em torno da TNM, o fazemos entendendo o termo “ideologia” como indicação de processo de ocultamento da realidade Sendo assim, me dirijo de modo direto às questões levantadas. Na página 14 de seu artigo em PDF , ele afirma que as Testemunhas de Jeová dizem: "que o próprio Jesus tornou conhecido o nome de Deus, sugerindo como base para essa ideia o texto constante de Jo 17,6." e prossegue dizendo: Na verdade, aproveitando-se do uso literal da expressão “nome”, os tradutores da TNM distanciam-se do sentido usual do termo entre os judeus, pelo qual, “dar a conhecer o nome” é mais um hebraísmo cujo sentido real é: dar a conhecer a pessoa em si, isto é, quem ela é. Procurando inovar, sugerem que Jesus teve como propósito dar a conhecer um nome que, embora os judeus já não pronunciassem no seu tempo, superabundava nos textos sagrados de que dispunham. Os Judeus fiéis que aceitaram o Messias, jamais deixaram de usar o Nome de Deus e pronunciá-lo em sua conversa diária ou em seus escritos. Até hoje, os judeus cristãos, que são עדי־יהוה "Testemunhas de Jeová" , usam o Nome de Deus em sua conversa diária. Foram os judeus que mataram o Messias que começaram com esta superstição de não se pronunciar o Nome. No primeiro século EC, pela primeira vez fala-se de alguém que começou a evitar usar o Nome, Josefo, um historiador judeu. Sobre o Nome ele diz: “Então, Deus lhe revelou Seu nome, que antes disso não tinha chegado aos ouvidos dos homens, e sobre o qual estou proibido de falar.” (Antiquitates Judaicae , II, 276 [xii, 4]) "Não existe nenhuma base genuína para se atribuir a qualquer época anterior ao primeiro e ao segundo séculos E.C o desenvolvimento do conceito supersticioso que exigia a descontinuação do uso do nome divino." (Veja Jeová na Obra Estudo Perspicaz das Escrituras). O que dizer da afirmação de Damião Bonfim, de que "o nome" de Deus não é tão importante, mas sim o conhecimento da pessoa por detrás deste nome? Vamos ver o que a Bíblia diz? O profeta Oséias escreveu: " Oseias 12:5 5 Jeová, o Deus dos exércitos, Jeová é o nome pelo qual Ele é lembrado." Quando Moisés perguntou a Deus "Qual é o seu nome" em Êxodo 3:13, veja a resposta do Ser Supremo: Estes dois textos deixam claro que existe um nome escrito e falado que lembra o Ser Supremo. Não é apenas um substantivo comum tal como a palavra "Deus". Esta palavra não especifica nem identifica o Criador. Jeová é um nome próprio e distintivo. É isso o que estes textos querem dizer. "Esse é o meu nome" é uma resposta à pergunta feita, "Qual é o nome dele". Na Bíblia, Deus diz: “Eu sou Jeová. Este é meu nome.” (Isaías 42:8) Em oração a seu Pai, Jesus disse: “Tenho dado a conhecer o teu nome e o hei de dar a conhecer.” (João 17:26) Remover o Nome das traduções da Bíblia é um “processo de ocultamento da realidade, que no caso, evita ao fiel outra percepção a respeito da obra – procedimento rotineiro nos grupos manipuladores". Será que eu vou ter que desenhar para vocês, teimosos teólogos da cristandade entenderem? Por exemplo, suponhamos que um arqueólogo escavando encontre uma tábua com 5 palavras. "Aqui viveu João o Professor". Após datar, o arqueólogo descobre que esta tem 3500 anos. O que acha se este arqueólogo substituísse o nome "João" por "senhor"? Isso além de adulteração de documento, é uma atitude sem sentido. Exatamente o que fazem os teólogos da Cristandade. Dizemos "Cristandade" pois estes adulteradores de documentos, não são "cristãos". Observem a acusação sem pé nem cabeça do Sr. Damião logo no início de seu infeliz artigo. Eles diz que somos nós quem 'ocultamos a realidade'. Mas afinal quem é que usa e defende traduções da Bíblia que oculta ou remove o Nome de Deus? Fala de modo enganoso, como se fossem as Testemunhas de Jeová que dão ênfase demasiada ao Nome de Deus, quando na realidade foi o próprio Autor da Bíblia Sagrada quem dá destaque ao Seu Nome quando fez com que seus escritores inspirados escrevessem Seu Nome mais de 7.000 vezes somente no V.T. Em vista disso, não vemos força alguma nas acusações de que as TJ rejeitam o “conteúdo em língua original” da palavra de Deus. Ele pratica aquilo que nos acusa. Oculta o Nome de Deus e apóia versões da Bíblia que remove o Nome. Por que a KIT apresenta a palavra grega Kyrios (senhor) e a TNM preferiu empregar o nome "Jeová" no lugar de Kyrios ? Simples, muitos se esquece que o texto grego que possuímos atualmente não são os autógrafos. Ou se fazem de surdos para este fato. Eles deviam estar mais preocupados com a remoção do Nome no chamado VT em suas versões da Bíblia. São hipócritas ao criticarem a TNM e apoiarem a remoção do Nome (quase 7000 vezes), não somente no V.T como no N.T em passagens que citam o V.T. Os autógrafos ou originais em grego não existem mais. Portanto, a afirmação de que “nos originais ocorre a palavra KYRIOS ou “Senhor” é falsa. Ademais, como sabemos todos os escritores da Bíblia Sagrada eram judeus. Estes usavam o Nome de Deus sem restrição. (Veja este artigo para detalhes e estudo adicional) Foi somente com o tempo que pararam de usar o Nome de Deus, JEOVÁ e o substituíram oralmente por palavras ou frases tais como HA SHEM (O Nome) ETERNO e ADONAY. Gostaríamos de perguntar ao Sr. Damião, será que os Tradutores da Nova Biblia King James que restauraram o Nome no Novo Testamento, empregaram uma "tese jeovista"? Será que o objetivo dos autores da Nova King James era "dar ênfase à doutrina distintiva do grupo" conhecido como Testemunhas de Jeová? Uma das maiores baboseiras o Sr. Damião escreveu foi a seguinte, falando sobre as Testemunhas de Jeová e o emprego do Nome Divino: " Se não se constrangem de inserir o nome nos textos traduzidos do hebraico, naturalmente não teriam constrangimento de inseri-lo nos textos do NT..." Como? As TJ 'inseriram o Nome' de Deus no V.T? "Seria correto conhecer alguém por nome e evitar usá-lo a todo custo"? Pergunta os autores da Versão Rei Jaime Nome Divino. Eles dizem no prefácio que "É importante invocar o Todo Poderoso Deus invocando seu nome, pois é assim que tratamos àqueles que amamos intimamente". (fonte #) Lista de ocorrências do Nome de Deus no Novo Testamento em diversas traduções da Bíblia feitas por eruditos Evangelicos, Católicos e outros Quer dizer da acusação de que TNM inseriu a palavra "outras" em Colossenses 1:16? Sugiro que assistam este vídeo onde verão que o Sr. Damião comente um equívoco básico. Sobre Colossenses 1:16 veja este artigo que escrevi sobre o assunto. Assim, nesse único versículo percebemos que o texto foi parafraseado Não é paráfrase coisa nenhuma, visto que na palavra "todas" ou "todos" em grego "panta" está contido o significado de "outros, outras". O artigo no link acima demonstra isso claramente. O livro Teologia e Tendencias nas Traduções da Bíblia (Theology and Bias in Bible Translations) produzido pelo respeitado Professor e erudito Rolf Furuli falando sobre a palavra “outras” em Col. 1:16 na TNM diz: “Isto significa que os colchetes que a TNM usa perto de “todas” pode ser removido, visto que a palavra outras não é uma “adição” ou “interpolação”, mas em um dado contexto ela é parte legítima de PAS.” Portanto, há elementos suficientes para todos perceberem que muitos críticos da TNM baseiam suas opiniões em falta de conhecimento detalhado de muitos fatos. Além de forte tendência teológica a favor de doutrinas tradicionais.
      Hello guest!
  6. Perseguição da Rússia as Testemunhas de Jeová não é nova Billy Kane Rússia: Suprema Corte decide contra as Testemunhas de Jeová
      Hello guest!
    Perseguidos, porém felizes
      Hello guest!
    A Bíblia profetizou que Satanás nos perseguiria para impedir a nossa pregação. (Jo 15:20; Ap 12:17) Como podemos ajudar os irmãos que estão sendo perseguidos em outros países? Nós podemos fazer orações por eles. “A súplica do justo tem um efeito poderoso.” — Tg 5:16.
  7. Refutação a C&ACP - Russell "adorava" a Jesus? A Verdade É Lógica Os comentários para esse vídeo estão desativados, pois nossos opositores não estão dispostos a analisar os fatos. Em muito dos casos o que lemos nos comentários são apenas repetições dos mesmíssimos argumentos já refutados no próprio vídeo. Assim, visto nosso tempo ser limitado, não podemos mais perder tempo respondendo às mesmas acusações vez após vez. Dessa forma, cabe àquele que assiste ao vídeo ter SINCERIDADE, INTELIGÊNCIA e COMPETÊNCIA para analisar informação de modo objetivo.
  8. Somos perseguidos mas nao abandonados ; Somos derrubados, mas não destruidos. 2 Coríntios 4:9
  9. Mesmo se esforçando para imitar as qualidades de Jeová, você talvez ache que ainda têm muito o que melhorar. Mas tenha paciência. Desenvolver qualidades cristãs leva tempo mesmo. No início, talvez precisemos nos esforçar bastante para fazer o que a Bíblia diz que é certo. Mas quanto mais pensamos e agimos como Jeová Deus, mais fácil e natural será agradar a ele.
  10. ÀS VEZES, as pessoas perguntam pra gente quem é o nosso líder. Elas querem saber isso porque muitas religiões têm um líder. Mas nós somos diferentes das outras religiões. Não temos um líder humano. Temos muito orgulho de dizer que Jesus Cristo é o nosso Líder. E ele obedece seu Pai Jeová, que é o Líder dele. *-Mateus 23:10: "Nem sejam chamados de líderes, pois o seu Líder é um só, o Cristo." Sabemos que o “escravo fiel e prudente” é o grupo de homens que Jeová usa para guiar seu povo na Terra. (Mateus 24:45) E no estudo deste link e do próximo,você vai ver três coisas que nos dão certeza que Jeová está nos guiando por meio de Jesus. Como também vai ver que, mesmo Jeová usando homens imperfeitos para guiar seu povo na Terra, é ele quem está no controle de tudo. *-Isaías 58:11: "Jeová sempre o guiará E lhe dará fartura até mesmo numa terra árida; Ele revigorará os seus ossos, E você se tornará como um jardim bem regado, Como uma nascente cujas águas nunca secam."
      Hello guest!
  11. “TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO: TEXTO CONFIÁVEL OU PROPAGANDA IDEOLÓGICA?” PARTE II por Queruvim Esta é a continuação da primeira parte de uma crítica feita à Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada, por um teólogo chamado Damião Bonfim. Ele prossegue dizendo a respeito da TNM: apesar de ter qualidades que a distingue das demais traduções, tem erros que a tornam extravagante Esperamos que aponte algum erro “extravagante” para a nossa consideração! Organização reproduz e divulga um texto de suposta alta perícia Isto Sr. Damião, não é uma suposição. O Erudito S. Maclean Gilmour do Queen's Theological College, Professor do N.T de 1931-1955, referiu-se a TNM como sendo uma tradução da Bíblia “feita por uma comissão… que possui uma competência incomum em Grego.” optamos por apresentar textos pouco discutidos, mas que pactuam melhor com o propósito deste trabalho que visa destacar a influência ideológica que preserva a TNM entre seus leitores como uma tradução confiável Ou seja, o autor pretende comentar textos menos discutidos na TNM e apresentar evidência de estes possuem uma “influência ideológica” que contamina os fiéis. Veremos! Promove a TNM a “Organização Jeovista”? A Bíblia pura em seus idiomas originais promove a adoração de Jeová. Eva, a primeira mulher, disse logo após dar a luz Caim, que havia trazido ao mundo um filho “com a ajuda de Jeová”. Ela não disse “com a ajuda do SENHOR”. Contudo, tradutores da Bíblia omitem o Nome de Deus, numa clara tentativa de ‘influenciar ideologicamente’ as massas para que evitem usar o Nome de Deus. Textos de aparente pouca relevância para a fé cristã, na doutrina jeovista, tornam-se poderosos recursos de convencimento do caráter indispensável da STV para a bem aventurança e a salvação do fiel. Citemos como amostra, Jo 17,3, traduzido na edição brasileira de 1986, da seguinte forma: “Isto significa vida eterna: que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro”. A rápida leitura pode não sugerir muita coisa. Mas uma leitura mais perspicaz ajuda a perceber que o sentido dessa afirmação em outras edições de Bíblia é diferente. Pois, para os adeptos da Organização, esse versículo justifica o empenho por conhecer profundamente a literatura produzida pela STV, já que, segundo a doutrina jeovista, é necessário obter conhecimento intelectual a respeito de Deus; mas somente a “Organização de Jeová” dispõe do conhecimento exato, que é alimento necessário à salvação. Em primeiro lugar, qualquer afirmação de que a tradução de João 17:3 na TNM em sua edição de 1986, não é exatamente o que o original quer dizer é uma desinformação. A palavra grega traduzida aqui por ‘absorver conhecimento’ ou “conhecer” é uma forma do verbo gi•nó•sko. E o modo como a Tradução do Novo Mundo verte esta palavra visa destacar ao máximo o seu significado. O sentido básico de gi•nó•sko é “conhecer”, mas essa palavra grega tem várias nuanças de sentido. Observe as seguintes definições: Portanto, traduzir gi•nó•sko por ‘absorver conhecimento’ não é ‘mudar a Bíblia’, segundo dizem os que criticam a Tradução do Novo Mundo. Num estudo sobre as várias nuanças de sentido dessa palavra, o renomado lexicógrafo James Hope Moulton declara: Em momento algum Jesus associa a salvação ou o alcance da vida eterna à absorção de conhecimento, mas sim, condiciona a bem-aventurança à busca da unidade para com Deus e seu Cristo (Jo 17,21). O renomado lexicógrafo James Hope Moulton declara: “O presente simples, γινώσκειν, é contínuo, ou seja, ‘estar absorvendo conhecimento’.” — A Grammar of New Testament Greek. A TNM simplesmente se preocupou em verter exatamente a ideia original presente no grego coiné. Temos um problema aqui. Ou o Sr. Damião e os que pensam igual a ele são contra a exatidão de tradução do palavra de Deus, ou o preconceito os cegou ao ponto de julgar negativamente um excelente trabalho só porque professam uma fé diferente. Sua avaliação não é técnica, mas teologicamente motivada. Na minha opinião, um desfavor ao trabalho acadêmico. Imparcialidade não está entre suas ferramentas de análise textual. As TJ não se empenham profundamente em conhecer literatura humana, mas o objeto de sua pesquisa é a Bíblia Sagrada. Portanto, sua acusação é enganosa e tem como objetivo dar uma impressão de que as TJ são manipuladas, quando o Sr. é quem promove a não busca de conhecimento, a ignorância. "γινώσκω descreve um conhecimento adquirido através da experiência e, portanto, é o verbo grego correto para descrever um conhecimento íntimo, experiencial e crescente de Deus". (Basic of Biblical Greek por Bill Mounce) Assim como em inglês nós empregamos o verbo no infinitivo "learn" que significa "aprender", e o usamos no presente contínuo "learning" com o sentido de "estar aprendendo", também em grego empregamos γινώσκωσιν no sentido de "estar absorvendo conhecimento". Infelizmente a maioria dos léxicos não vertem esta palavra de modo exato. Teólogos estão empregando o entendimento de 100 anos atrás sobre o significado de palavras em grego. Hoje o conhecimento aumentou bastante, ficou mais refinado, mais exato. Ao invés de recorrer a argumentos filosóficos, as Testemunhas de Jeová notaram que Paulo enfatiza a importância de se pesquisar e estudar as escrituras. Como cristãos, cremos que Deus deseja que “toda sorte de homens sejam salvos e venham a ter um conhecimento exato da verdade”. (1 Tim. 2:3, 4) Paulo enfatizou isso ao escrever aos cristãos em Colossos: "É também por essa razão que, ... não paramos de orar por vocês e de pedir que fiquem cheios do conhecimento exato da vontade dele, com toda a sabedoria e compreensão espiritual," Col. 1:9 Filipenses 1:9 "E isto é o que continuo a pedir em oração: que o seu amor se torne cada vez mais abundante, com conhecimento exato+ e pleno discernimento;" Por meio do estudo das Escrituras, os cristãos em Colossos ‘ficariam cheios’ de conhecimento exato. Dessa forma, eles conseguiriam ‘andar de um modo digno de Jeová, a fim de lhe agradar plenamente’. Também conseguiriam “dar fruto”, ou ter bons resultados, em “toda boa obra”, especialmente ao pregar as boas novas. Vemos assim que, para servir bem a Jeová, precisamos seguir uma programação de estudo da Bíblia. Queremos que nossos estudantes da Bíblia entendam isso. Conhecimento apenas intelectual como sugere críticos? A Sentinela de 2001 já abordou muito bem este assunto ao dizer: "A expressão ‘absorver conhecimento’ tem um significado muito mais profundo do que apenas “conhecer”. Segundo Vine’s Expository Dictionary (Dicionário Expositivo, de Vine), essa expressão “indica um relacionamento entre a pessoa que conhece e o objeto conhecido; neste respeito, o que é conhecido é de valor ou de importância para quem o conhece e, é por isso que o relacionamento é estabelecido”. Tal relacionamento com alguém significa mais do que apenas conhecer a pessoa ou saber seu nome. Envolve também saber o que a pessoa gosta e o que não gosta, saber a que dá valor e quais as suas normas — e honrá-las. — 1 João 2:3;4:8." Portanto o Sr. Damião não deveria ter feito a seguinte acusação: Quiçá por isso, a edição revisada da TNM, de 2015, adere à tradução comum, agora apresentando como sua opção de tradução para o texto ora discutido: “Isto significa vida eterna: que conheçam a ti, o único Deus verdadeiro...”; contudo, mantém-se em nota de rodapé, como possível tradução para aquele versículo: ‘que assimilem conhecimento de ti’”, talvez como forma de não perder os diversos artigos que produziu defendendo que as traduções convencionais não exprimiam o melhor sentido do termo (esse mesmo que a partir da edição revisada em inglês (2013) e publicada no Brasil em 2015, reviu). A Sentinela de 2001 Sr. Damião! A TNM revisada em sua opção de tradução de João 17:3 não é uma reversão de entendimento, mas apenas uma facilitação dele. Este artigo está sendo escrito...volte mais vezes....
      Hello guest!
  12. A Rússia tem tentado incriminar as Testemunhas de Jeová e Consuelo Madrigal advogada, professora, até 2016 era procuradora geral da Espanha sai em defesa deles dizendo que não vê nenhum extremismo no grupo de Testemunhas de Jeová. Testemunhas de Jeová são defendidas em larga escala por especialistas RUMO AO NOVO MUNDO E.M.G Rússia tenta cada vez mais taxar as Testemunhas de Jeová de extremistas perigosos, veja o que especialistas dizem: Mercedes Murillo Muñoz (Mercedes Murillo Muñoz), professor de Direito Canônico na Universidade Rey Juan Carlos (Espanha).
  13. Testemunhas de Jeová iniciam seus congressos regionais Não Desista em maio de 2017 e lançam vídeo convidando a todos que desejam apreciar o programa a estarem presentes aos três dias do programa, informações no site oficial jw.org em mais de 870 idiomas, é só acessar e encontrar um local de congresso perto de você
      Hello guest!
  • Social Site-Wide Chat w/ Threaded Replies and Typing Indicators